Cinema e Vídeo

SOCIOS DO CEC

Projeto recorrente
SOCIOS DO CEC
O que é

Uma história de 65 anos, e uma importância incalculável. Faça com que essa história continue rodando, associe-se ao CEC e ganhe benefícios.

CEC - MG Belo Horizonte Contato Facebook Site
R$ 15 este mês
1% de R$ 2.500 por mês necessários
Apoio mensal!
Você pode apoiar este projeto mensalmente


1 pessoas já apoiaram esse projeto!

Sobre o Projeto


O CEC é um grande expoente da cultura mineira, e pode continuar a ser uma importante referência do audiovisual graças a você. Ao fazer parte do Sócios do CEC você recebe várias vantagens e permite o desenvolvimento cultural de Minas Gerais. São dezenas de atividades de impacto, que precisam de você para que elas saiam do papel.

Você receberá um cartão de sócio(a) do CEC, saberá em primeira mão as novidades do Centro de Estudos, ganhará desconto em cursos e oficinas, participará de eventos exclusivos para sócios, terá acesso ao acervo bibliográfico e filmográfico do CEC, e desenvolverá a cultura de Minas Gerais, por contribuir com apenas R$15 mensais.

Com mais de 65 anos de história, o CEC irá manter a atividade do Curta Degustação, que acontece todas as terças-feiras às 13h na sala multimídia da Imprensa Oficial. Além disso o CEC retomará atividades suspensas por falta de recursos e estrutura como o Cine Falado, que exibia e debatia filmes reverentes e importantes para o pensamento audiovisual. O CEC também ampliará suas atividades promovendo e produzindo mostras, festivais, cursos e oficinas itinerantes por todo estado de Minas Gerais. 

Acompanhe e saiba mais sobre o CEC no blog.

Apoie o CEC e deixe essa história rolar.

SOBRE O CEC

Fundado em 1951 por um grupo de intelectuais mineiros, o CEC é um dos mais antigos cineclubes do Brasil. 

O cineclube teve pelo menos dois grandes momentos. O primeiro, da fundação até o golpe de 1964; nesse período, o CEC foi um poderoso centro aglutinador de cultura em Belo Horizonte e Minas Gerais, reunindo todos os sábados, à noite, nos altos do antigo cinema Art-Palácio, na rua Curitiba, pessoas de todas as áreas culturais da cidade. O cineclube contribuiu para a formação de várias gerações de artistas e intelectuais mineiros, fato que foi evidenciado em tese acadêmica da professora Elysabeth Senra de Oliveira, publicada em livro sob o título “Uma Geração Cinematográfica”. É desse período também a circulação de 29 números da “Revista de Cinema”, periódico que chamou a atenção para a alta qualidade da crítica cinematográfica exercida em Minas por nomes como Cyro Siqueira, Jacques do Prado Brandão, Guy de Almeida, Fritz Teixeira de Salles, Maurício Gomes Leite e José Haroldo Pereira.
Outro tempo rico na vida do CEC foi quando ele funcionou no auditório da Imprensa Oficial, durante o governo Israel Pinheiro, no período do regime militar. Nessa época, o CEC foi um importante agente na resistência cultural ao obscurantismo do regime, exibindo e discutindo todos os sábados, à noite, o que de mais novo produzia o cinema mundial – filmes de Glauber, Nelson, Welles, Godard, Truffaut, Bergman, Buñuel, Rossellini, Fellini, Antonioni, Pasolini e outros.



Todo o dinheiro será utilizado para fundo de desenvolvimento das atividades cinematográficas e audiovisuais, destinado a financiar projetos nas áreas de produção, distribuição, exibição, pesquisa, difusão, e dar continuidade 

O projeto proposto é de manutenção e programação do CEC e será dedicado à criação de condições objetivas e físicas para que a instituição cumpra plenamente a sua vocação de criação de uma reflexão sobre aspectos do fenômeno audiovisual. A realização de mostras permanentes de cinema como cineclube, formação de grupos de estudos, seminários e a disponibilização pública de um acervo de mais de 6 mil livros, revistas e videos são as ferramentas utilizadas na execução do projeto.

PARCEIROS


Não tem cartão de crédito? Você pode assinar também com boleto, clique no botão abaixo:



Apoiar com boleto

Atualizações


O projeto ainda não possui atualizações. Mas fique ligado que em breve termos novidades ;)

Apoiadores

1 pessoas já apoiaram esse projeto!
  • MARIA JOSÉ DE FREITAS Belo Horizonte / MG 

Somos mais quando seguimos juntos.

© 2019 Evoé Cultural. All rights reserved