CULTURA DO GUETTO "EM AÇÃO" - Você pode fazer toda a diferença!

Projeto recorrente
https://www.youtube.com/watch?v=iC1OfAjNm1Q
 Cultura e Educação    Belo Horizonte - MG  

Pessoas sensibilizam pessoas! Assista o vídeo acima e seja o herói e a heroína da nossa história! Vem com a gente?!

GRUPO CULTURA DO GUETTO


R$ 3.837 este mês
70% de R$ 5.500 por mês necessários

163
pessoas já apoiaram esse projeto!
Apoio mensal!
Você pode apoiar este projeto mensalmente
Ver recompensas

Sobre o Projeto


Os 14 anos de história do Grupo Cultura do Guetto são marcados pela busca contínua em oferecer, de forma inclusiva, formação em Danças Urbanas e responsabilidade social com seus integrantes.

Cerca de 900 pessoas já passaram pelo grupo desde a sua fundação e a maior parte deles, embora declarasse abertamente "amar a dança", abandonou as atividades devido às dificuldades financeiras em se manter regularmente na formação. Além do valor do aluguel e das contas básicas para funcionamento das atividades, que são pagos por rateio pelos(as) integrantes, fica por conta de cada um(a) arcar com suas despesas de transporte e alimentação. O impacto gerado por todos esses gastos vai diretamente de encontro à continuidade dessas pessoas nas atividades oferecidas.


Todas as atividades de formação são ofertadas GRATUITAMENTE, entretanto precisamos garantir que os dançarinos(as) possam continuar engajados(as) na formação artística e humana. Para isso PRECISAMOS MUITO DA SUA AJUDA! Sua contribuição será muito importante para a continuidade dos(as) integrantes nas atividades, para que o Grupo CDG continue ofertando as atividades de formação e que estas possam ser ampliadas!


Começava em 2006, na zona leste da capital mineira, uma grande e importante ferramenta INCLUSIVA de formação em danças urbanas: O GRUPO CULTURA DO GUETTO! O Grupo CDG, organizado naquela época por Gladstone Navarro e Fabrício Santos, teve como primeiro objetivo reunir amigos e dançarinos para participar de uma competição de dança de rua na cidade de Belo Horizonte. Após a participação nessa competição o coletivo cresceu e tomou outras proporções.

Para se tornar a potência que é atualmente no cenário das danças urbanas, o CDG contou com muitas contribuições e colaborações vindas de vários(as) artistas de BH, desde a sua criação até os dias de hoje. Desde o ano de 2007, o objetivo principal do grupo é garantir o acesso de todos os cidadãos e cidadãs a formação e desenvolvimento em danças urbanas, promovendo a inserção e o bem estar de grupos minoritários e excluídos, trabalhando simultaneamente educação e formação humana.

O Grupo Cultura do Guetto realiza com muita qualidade trabalhos de grande expressão no cenário artístico, sendo um dos grupos de maior relevância do segmento no país. São mais de 30 primeiros lugares em festivais de dança em todo o Brasil, além do tricampeonato no Festival Internacional de Hip Hop e os três primeiros lugares conquistados no Festival de dança de Joinville, o maior festival de dança do mundo segundo o Guinness Book.

Durante esses 14 anos de atuação, mais de 25 obras coreográficas foram criadas e cerca de 100 jovens se profissionalizaram em áreas artísticas através do grupo, participação considerável no cenário e mercado de Belo Horizonte. Por este motivo, o Cultura do Guetto é considerado uma porta de entrada para o meio da dança na capital mineira, além de ser referência na difusão da cultura das danças urbanas no estado e no país.


O Grupo Cultura do Guetto atualmente se estrutura em 4 eixos, sendo eles: CDG F.O.R.C.E, Grupo de Competição, Grupo Artístico e CDG Freestyle. Como forma de organização, cada eixo é direcionado para uma atividade que trabalhe desenvolvimento e aperfeiçoamento na formação em danças urbanas.

O corpo docente é formado por 10 professores(as) que são integrantes do grupo e que atuam diretamente no ensino didático e pedagógico das danças urbanas. Estamos também programando para o segundo semestre de 2020 a abertura de ensino regular de ballet, circo e danças urbanas para cerca de 100 crianças do aglomerado da Pedreira Prado Lopes e bairros adjacentes.


O Grupo Cultura do Guetto sempre atendeu, em sua grande maioria, grupos minoritários e socioeconomicamente excluídos e pessoas em situação de vulnerabilidade social. O CDG atua na formação artística e utiliza também a dança como ferramenta educacional e social, ou seja, além de trabalhar a formação em danças urbanas possuí cunho inclusivo, igualitário e educacional, pautado na igualdade social e na formação do caráter e na personalidade dos(as) integrantes.



O Grupo Cultura do Guetto, que se iniciou em 2006 com oito integrantes, atualmente é fragmentado em quatro eixos e alcança participantes vindos de diversas regiões da região metropolitana de Belo Horizonte e cidades vizinhas. As atividades atualmente atendem:

CDG F.O.R.C.E - 33 INTEGRANTES

GRUPO DE COMPETIÇÃO - 24 INTEGRANTES

GRUPO ARTÍSTICO - 10 INTEGRANTES

CDG FREESTYLE - 8 INTEGRANTES


Em 2017, com o intuito de expandir suas atividades, o coreógrafo e diretor Gladstone Navarro e os(as) integrantes do Grupo Cultura do Guetto decidiram ter sua própria sede. A idealização de uma sede própria possibilitou o aumento considerável das atividades ofertadas pelo grupo, além de proporcionar uma melhor estrutura, conforto e segurança para que os dançarinos(as) do grupo possam realizar seus estudos, treinos e ensaios.

O galpão alugado está situado no Bairro Bonfim – BH/MG e possui 550 m². O espaço foi totalmente reformado com a ajuda de doações, ações em sinais de trânsito e vendas de bombons.



QUER NOS AJUDAR COM OUTRO VALOR DE ALGUMA OUTRA FORMA? QUER CONHECER UM POUCO MAIS DO NOSSO TRABALHO?

Ficaremos bem felizes em receber vocês! Fiquem à vontade para seguir, curtir e compartilhar!


Não tem cartão de crédito? Você pode assinar também com boleto, clique no botão abaixo:


Apoiar com boleto

Atualizações


27/06/2020 12:47
Exclusiva para assinantes!

Obrigado por fazer a diferença!

Para ver o conteúdo desta atualização, contribua com o Projeto!

Metas


Apoiadores

163 pessoas já apoiaram esse projeto!

© 2019 Evoé Cultural. All rights reserved